Quais os tipos de roscas e suas principais aplicações?

A rosca é um dos principais elementos que compõem um parafuso e ela serve, basicamente, para definir o encaixamento perfeito dos dois materiais através de movimento helicoidal.

Se você pretende fazer uso deste item através de um Macho Máquina ou está em busca de ficar dentro do assunto, continue lendo a seguir para aprender quais são os tipos de roscas que existem e quais são suas aplicações.

Características das roscas

Para começar, vamos entender um pouco mais sobre as características que as roscas possuem. E elas definidas, basicamente, por quatro características básicas, sendo elas:

  • O material que é feito;
  • Diâmetro da rosca;
  • Número de filetes em cada milímetro — ou polegada;
  • Espessura do filete ou sulco — rosca fina ou grossa.

Além disso, elas permitem, também, que aconteça a transmissão de movimento entre peças.

Tipos e padrões de roscas

Os filetes das roscas possuem vários perfis — uma variação no formato delas — , que por sua vez, são sempre uniformes e dão nome às roscas, além de condicionarem sua aplicação. Cada formato define o nome e a aplicação da rosca.

Além disso, outro ponto que deve ser levado em consideração, é a inclinação do filete com base no eixo do parafuso: direita e esquerda. No primeiro caso, o filete sobe da direita para a esquerda, já no segundo, sobe da esquerda para a direita.

Entenda mais sobre cada perfil:

Roscas Triangulares

As roscas triangulares são mais comuns em parafusos pelo de serem usadas frequentemente na fabricação de máquinas e outros equipamentos. 

Elas são fabricadas de acordo com três sistemas de normas, sendo eles: métrico (MA), americano (UNC) e inglês ou Whitworth (BSW).

Roscas Trapezoidais

As roscas trapezoidais são as que transmitem um movimento mais suave e uniforme. 

Ela é dirigida por movimentação e tem a função de suportar uma alta taxa de atrito. 

São usadas normalmente em fusos de máquinas.

Roscas Grossas e Finas

As roscas de parafusos possuem distinções quanto à espessura de seus filetes e normalmente são especificadas como roscas grossas e finas. 

O que diferencia uma da outra, é a quantidade de filetes que ambas possuem. As roscas grossas — ou normais, como também podem ser chamadas — possuem menos filetes do que as finas.

Rosca Dente de Serra

Roscas dente de serra são parafusos que exercem grande esforço num só sentido.

Elas possuem um perfil assimétrico, o que faz com que sejam ideais para o suporte de cargas axiais de unidirecionais extremamente elevadas.

Rosca métrica

A rosca métrica fina possui,, num determinado comprimento, maior número de filetes do que a rosca normal.

Ela permite uma fixação mais firme da rosca e evita que se soltem do parafuso devido à vibração das máquinas.

Aplicações

Algumas das principais aplicações de uma rosca, são: 

Fixação

Em parafusos em madeira, parafusos para máquinas, porcas etc.

Conexão

Fazendo ligação em canos, mangueiras etc.

Movimentação

Se faz através da conversão da rotação em movimento linear.

Torque

Através da compressão de peças, como, por exemplo, no caso de tornos.

Deixe um comentário